Segunda-feira, 11 de Abril de 2011

... tentar perceber o mundo, as pessoas, os acontecimentos, as (in)decisões e escolhas, as certezas e a constância dos minutos.

Nem vale a pena nada, senão nos conhecermos. Nem vale a pena, se deixarmos de sentir.

Sento-me em sonhos que nem percebo como surgem. Observo vivências que as sinto minhas, mas inexplicavéis. Não sei se virão de um futuro ainda enevoado ou se são apenas oásis.

Nem vale a pena, porque são minhas e apenas posso partilhar o seu resultado!

 



publicado por soprosdemar às 11:17 | link do post | comentar | favorito

Escuto
EU
Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Novos trapos

Compostela no Feminino II

Compostela no Feminino I

Gosto :)

Apenas...

Dia perfeito

Hoje

È oficial!

Plenitude

Saudades...

E mais nada!

Cesto roupa suja

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

tags

todas as tags

Outros estendais
Escuto
Visitas
blogs SAPO
subscrever feeds